Método Derose

BLOG

Com Vale a pena se estressar?

10.11.2017

Pedro trabalha para pagar suas contas. Manter seu automóvel atualizado. Pagar a prestação da casa, seguros, dar segurança para quem depende dele. Por isso mantém o emprego. Cumpre seu papel, ainda que não ame o que faz. Nem sempre se dá bem com seus colegas, em quem geralmente não vê exemplos de excelência, nem de dedicação, nem mesmo de boa companhia, pra falar bem a verdade. Tudo bem, as exceções compensam e Pedro já tem os seus preferidos.

Mas ele se esforça nas tarefas que seu chefe pediu. Produz. Às vezes mais, às vezes menos. Dentro do seu horário está lá. Melhor se não tiver hora extra. Mas se tiver, será pago por isso. Afinal, a troca é sempre essa: tempo por dinheiro. Não escolheu seu trabalho por propósito, por amor ou para servir à quem quer que seja. Mas é sua fonte de sustento e garante que a vida siga mais ou menos bem. De ano em ano tem o salário atualizado. Quem sabe, em alguns anos, Pedro consiga uma promoção e dê pra fazer aquela viagem.

 A menos que ele não suporte mais a comodidade de trabalhar com o que não gosta em troca da garantia do padrão da vida que tem, essa é uma forma de administrar o stress.

Stress é produzido quando o indivíduo é submetido a uma carga de exigência que ele não suporta. Quando seu potencial está abaixo do que pode ser feito por ele.

Isso é ruim?

Pense bem: quantas qualidades você já adquiriu em cima de dificuldades que apareceram? Aprender a andar de bicicleta, a nadar; passar de ano na escola naquela matéria que não entrava na sua cabeça; aprender um novo idioma; ganhar o campeonato de algum esporte; passar de faixa na arte marcial; ler o livro mais longo da sua vida; perder peso; ficar com o corpo sarado; vencer a timidez e ir lá conhecer o seu amor; passar no vestibular que você escolheu, etc. O que mais você colocaria nessa lista? Tudo isso causou stress. Especialmente no início de cada uma dessas coisas e nos momentos decisivos.

 E se não pararmos por aí? Se não deixarmos de refinar habilidades mesmo quando elas já são suficientes para ganhar um emprego?

Imagine um treinador enxergar mais potencial e treiná-lo para superar seus defeitos e se tornar o melhor do país inteiro! Agora um time inteiro se tornando imbatível! Pense se um grande líder perceber que você pode crescer muito ainda e te levar para novos ares! Ou muito melhor: imagine se você descobrir que sonhos seguir, que vida construir além do que o mundo espera de você e começar a dedicar cada instante da sua existência para construir algo extraordinário e mudar o mundo! Isso tudo gera stress.

Ser melhor produz stress. Ser bom, tornar-se ótimo não é fácil. Mexe com os limites do corpo, das emoções e da mente. Nos esportes, nos estudos ou nos negócios. O caminho da excelência é desafiador: exige mais tempo, esforço e novas capacidades. Demanda escolhas e testa a vontade porque desgasta acima do que pensamos ser o nosso limite. Será preciso descanso, bons hábitos, boas relações com muita gente, melhor alimentação, cuidados com o corpo, além de muito foco e dedicação. Tornar-se ótimo pede que sejamos liderados muitas vezes e submetidos a uma carga de dedicação que muita gente teria preguiça só de pensar. Mas sem esse tipo de atrito entre sua vontade natural, que geralmente é limitada, versus exigências inquietantes, a evolução se processa num ritmo muito lento e terá um teto bem mais baixo. Evoluir acima da média incomoda.

Mas então, será que vale mesmo a pena?

Essa é uma questão muito pessoal. Você gosta de contribuir um pouco para os sonhos dos outros, de quem o contrataria, ou prefere lutar mais, correr mais riscos com a possibilidade de realizar sonhos mais pessoais? Optar pela via mais desgastante demanda a busca de ferramentas para a administração do stress que permitirão seguir um caminho mais longo e desgastante com prazer e muita satisfação.

De 14 a 18 de novembro (terça a sábado) O DeRose Trindade promove a High Performance Week com um ciclo de palestras e atividades focadas em aumento de desempenho individual.

A programação completa contará com:

  • Aulas práticas;
  • Palestra Gerenciamento do Stress para Alta Performance;
  • Aula especial de mentalização positiva;
  • Palestra Um líder não se desespera;
  • Palestra Sucesso financeiro em 2018
  • Gourmet de encerramento;
  • Muito network

Para reservar a sua vaga acesse o link: http://derosetrindade.rds.land/hpwf

Então fica o convite:  dia 14 de novembro, terça-feira, às 19h vou ministrar a palestra "A administração do stress e o Método DeRose"  e trazer ferramentas para a administração do stress.

Um abraço,

Fábio

Copyright @ CENTRO CULTURAL TRINDADE 2017 - Desenvolvido por Demand Tecnologia e BFree Digital